segunda-feira, 22 de junho de 2009

O Lutador - The Wrestler




Depois de quase três meses, chega ao fim a minha saga Oscar, quase perto da indicação dos filmes deste ano, hahaha. Seja como for, deixei pro final este que é o melhor filme de todos que vi - nem me dei ao trabalho de ver o indiano, depois da cerimônia fiquei meio assim em dúvida, mesmo sendo um Danny Boyle. O lutador ressuscita uma das mais promissoras carreiras cinemtográficas que já houve nas últimas duas décadas -a de Mickey Rourke. Vendo seu talento ser desperdiçado depois de filmes como Coração Satânico - neguinho só acha que o Coringa novo do Batman é a face do mal porque não viu esse filme -, pelo simples fato de ser um homem muito bonito, Rourke devotou-se a sua outra paixão, o boxe, e lutou até destruir a cara bonita que tinha, aquela mesma que lhe dava tanta vergonha no começo dos anos 90. Mas, no meio do caminho, semi-morto, alguém foi buscá-lo nbas profundezas do pântano, ressurreição que começa com Sin City e culmina neste filme genial. É um hino sobre a desesperança, depressão, arrependimento, respeito a seu ideais. É filme de loser, feito por loser e interpretado por um dos maiores losers do cinema. Foi fácil dizer que a atuação primorosa de Rourke deveu-se ao fato de também ele ter sido um lutador decadente, mas isso é balela, já que as melhores cenas dele são com certeza as em que ele trabalha como atendente de supermercado, em especial aquele em que ele joga o emprego pro alto. Enfim, o cara tá tão bem, tão bem dirigido, com uma direção tão consciente da sua desmistificação da fama, que Sean Penn, ao receber seu Oscar de Melhor Ator, decidiu compartilhá-lo com Rourke. Como bom político, Penn sabia que tinha de elogiar o melhor do ano , dentre os que ali estavam - faltou o Benicio del Toro, melhor ator em Cannes pro CHe, mas aís eria esperar demais de Hollywood.
Acima, Rourke agora e antes. Sou apaixonada pelos dois :)

P.S. Reparem no filme que, em determinada cena, Marisa Tomei tem ao fundo a Igreja Jesus Cristo es el Señor. O império chegando pelas bordas do império, hahahaha.

3 comentários:

:: Fräulein :: disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
:: Fräulein :: disse...

Lindo demais esse filme.

Del Toro não ta isso tudo em Che não.

Scan Torrente disse...

Olá


Estou convidando você para se tornar colaborador no meu blog.

Vida longa e próspera!

http://scantorrents.blogspot.com.br/