terça-feira, 30 de junho de 2009

Os anos 80 acabaram - Morreu Michael Jackson



Justo agora em que, a partir do que escrevi sobre Mickey Rourke, decidi fazer uma série sobre os anos 80, morre Michael Jackson. Sim, os anos 80 não só passaram, agora acabaram em definitivo. Nada mais oitentista que esse artista, até porque muitas das modas musicais do pop dessa época foram lançadas por ele, alguns hits eternos também, tais como Billie Jean. Lamento pelo gênio do Michael ter-se ido, era excelente cantor e às vezes compunha muito bem também. Para mim, tudo o que ele fez de relevante para a música se encerra com Thriller, o que já é coisa à beça.
Mas, tão logo o caixão desça ao túmulo, tenhamos a decência de separar o joio do trigo desta carreira brilhante. Thriller, por exemplo, é uma canção ruim, fora outras consideradas pérolas, igualmente medíocres. Até a Madonna teve canções melhores que a Melô dos Zumbis nesse período. Ainda assim, é hora de revisitar a obra de Michael Joseph Jackson e descobrir o que é bom, para perceber que, enquanto ele foi negro, musical e fenotipicamente, foi imbatível ( Isso o Stevie Wonder - que também começou bem criança, aos dez anos, cantando e sapateando - percebeu logo).
Rest in peace, Michael.

3 comentários:

:: Fräulein :: disse...

Já vai tarde os anos 80, rs. Mas Jacko não precisava ir junto tão cedo :(

Se bem q com a vida ruim q andava levando, sei não, acho q ta melhor agora. E a gente já tinha esquecido dele, acho hipocrisia ficar querendo q ele durasse mais tempo.

Nei disse...

É, a ficha tá começando a cair aos poucos. É a mesma sensação que tive com a morte do Senna e dos Mamonas Assassinas.

As canções dele que eu mais gosto são Billie Jean, Smooth Criminal e Beat it.

Nei disse...

Ju, feliz aniversário (atrasado).